Adesivo em parede.


Sabemos que a publicidade caminha a passos largos em direção a tecnologia, e isto é muito bom para a qualidade dos trabalhos de forma geral, entretanto existe certos inconvenientes que a tecnologia pode causar quando não analisamos certas situações.
Devemos ou não aplicar adesivos diretamente em uma parede de alvenaria (reboco)? Claro que a parede deverá ser bem preparada, massada (ou emassada como prefere alguns), posteriormente devemos usar uma tinta de alta qualidade de preferência do tipo acetinado (a).
Porém isto NÃO é garantia de durabilidade, a qualidade das letras com certeza será garantida na grande maioria dos casos, pois existem profissionais também capazes de desenhar letras perfeitas.
O que acontece é que os profissionais também mudaram, muitos não são capazes de desenhar um "i" e muito menos pinta-lo, é quando entra o famoso "jeitinho" adaptando o adesivo onde a qualidade profissional não é competente, usando o prático e não o certo, entendo quando o profissional faz uso da máquina para fazer riscos e posteriormente transferi-lo para a ´parede e pintar, isto é o correto uso de um plotter.
O serviço que foi realizado na foto passou por vários acertos, até o dia em que o cliente se aborreceu e desanimou.

Marcador de Linha

A quase "1000 anos" atrás, quando estava ainda nos primeiros passos desta profissão, fui orientado a pegar um barbante (aqueles de mercearia) e passar giz colorido nele, mais ou menos uns doze metros de comprimento, estava na expectativa de saber o porque daquilo, já que o sacana do patrão e também professor também não queria me dizer naquele momento, aguardando para a hora de utilizar.
Depois de pronto ele pregou dois pregos em extremidades diferentes, amarrou uma ponta do barbante em uma das extremidades e esticou a linha até o outro ponto, mandou que eu esticasse bem para que ficasse o mais reta possível, ai chegou no meio do espaço e suspendeu levemente a linha e soltou, marcando uma linha reta e pode se dizer perfeita.
Nisto de novidade não tem nada claro, mas este marcador de linha que encontramos recentemente no mercado é bem interessante, nos leva a realizar o trabalho praticamente sem auxílio.
É só abrir e depositar na ferramenta o pó que vem junto, dar uma sacudidinha e pronto esta liberado para ser usado.
Pode se preferir usar também tinta em pó para mudar a cor a ser marcada, temos marcas de tinta em pó no mercado e a mais conhecida é a da foto acima.

Painel eletrônico Led.

Uma novidade que esta ganhando espaço no mercado publicitário, painéis publicitários em led.
Quase toda cidade pode se encontrar um, em minha região já existe um a aproximadamente dois anos.
De grande qualidade de imagem, mesmo ao meio dia com sol a pico a imagem não sofre com falta de qualidade.

Pude perceber a grande receptividade que este novo modelo de publicidade teve em meio aos anunciantes, nota-se isto pelo simples motivo de não vê-lo apagado.
Existem tamanhos variados, e em algumas situações pode se adapta-los em veículos e levar o anúncio do cliente onde for necessário.

O problema para variar é o preço, alguns que pude ver estão na faixa de R$ 60,000,00 e são os menores do tipo 3x2 (valor não atualizado).


Cliente Traíra



Cliente encomendou quatro itinerários, daqueles de pano, desenhados a mão e pintados à pincel como antigamente. Depois de pronto fui entregar na garagem da empresa, cliente antigo de muitos anos,  temos liberdade de brincar entre nós. Assim que cheguei a empresa vi uma pessoa em volta de um micro-ônibus com boa parte dele "isolado", não ia perder a oportunidade de dar uma alfinetada nele e disse: "agora entendo porque você ficava sempre em volta de mim quando estava por aqui pintando os letreiros dos ônibus"...
São uma pequena empresa. porem muita organizada e sempre buscam economizar.

Tiraram cópias de letreiros antigos e fizeram moldes para depois "encostar" na lataria do veículo e copiar simplesmente contornando o risco feito em papel cartão.
Quem estava passando o risco era ninguém menos que um dos sócios da empresa, tempos difíceis, já tive oportunidade de flagrar outro sócio fazendo uso de compressor de ar e pistola ao pintar o que já havia sido isolado.

Ainda aproveitou a minha presença para pedir a opinião sobre o "prumo" das letras, pois estava preocupado se elas estavam tortas ou não.
Aproveitei para deixar uma dica básica sobre o uso do esquadro, que diga de passagem eles tinham na garagem.
Hoje em dia o pessoal esta fazendo de tudo para economizar, muitas empresas possuem seu próprio letrista, na tentativa de gastar menos com este tipo de profissional.
Neste caso eles se adaptaram e acabaram por economizar, eles ainda não conseguem trabalhar na área de lanternagem, acredito que logo-logo um dos sócios se aperfeiçoara na área (rs). 














 


























Adesivo Digital

 Estamos acostumados a adesivar com máscara, quando usamos um plotter de recorte comum.
Porém existem situações que temos que recorrer ao adesivo digital, o qual normalmente o letrista terceiriza, encomenda de firma especializada.
Na hora de adesiva-lo é importante passar um pouco de álcool, e depois molhar a área a ser colado o adesivo.
O líquido a ser usado para molhar o local a ser adesivado é água comum com um pouco de detergente, assim poderemos ajustar o desenho onde quisermos sem sofrer com maiores dificuldades. 
Depois de ajusta-lo, pegue um pano limpo e mantenha sempre ao lado para ir tirando o excesso de água.


* Adesivo sendo aplicado em toldo de enrolar.

Use a espátula e remova a água que fica por baixo do adesivo, sempre usando o pano para ir enxugando a água.
Cuidado com as bolhas que se formam embaixo do adesivo, vá retirando elas com a espátula lentamente de forma a não danificar o adesivo. Use espátula de feltro, são mais maleáveis e causam pouco ou nenhum dano ao material. 
 É isto, retire o excesso de água embaixo deixe secar e pode enrolar o toldo.
Se acontecer de algumas áreas que 'insistiram' em não colar, coloque um peso em cima de preferência um material plano, evitando danificar a lona ou o material a ser adesivado.

Reforma de Letreiro (dica básica).

Sabe aqueles letreiros mamãozinho com açucar? Fácil de reformar?
 Então, eles também requerem um cuidado muito simples, e que muitas das vezes nós deixamos passar, até mesmo pelo pouco tempo que temos e mesmo pressa de terminar aquilo que já é fácil de executar.
Damos uma única mão de tinta, chamado 'migué' e não damos um único traço, sequer as linhas básicas, as horizontais onde o letreiro irá 'sentar'.
Depois de pronto notamos que algo não ficou legal, e ficamos com receio do patrão (dono do serviço) achar ruim.                                                                           
Resolvemos isto de forma simples, traçando as linhas horizontais, e com um pouquinho mais de ânimo podemos riscar todas as letras, exceção daquelas que originalmente já foram executadas à mão livre.
Isto nos levará a evitar possíveis aborrecimentos e até mesmo constrangimentos com o cliente, sabemos que tem cliente bem chato, metido a artista, pior que alguns que entendem realmente do assunto.